Publicado

A Linguagem das Flores e o Equilíbrio

Nos pontos em que a água e a terra se fundem, existem pontos de equilíbrio. São pontos onde se processa a abertura à serenidade e ao autoconhecimento, onde ocorre a fusão entre duas grandes e magnificas forças que permeiam a vida: a terra e o mar; a Luz e a Sombra, o Feminino e o Masculino, o macho e a fêmea.

São pontos onde a água do corpo humano se permite renovar, tomando maior consciência de si.

Parece que não estou a falar de florais, não é?

Engano puro. Florais são essências básicas que proveem das flores, cuja subtileza, força e inteligência são uma password para o corpo despertar para a sua realidade matricial. Disse inteligência, e reforço o que disse: as flores possuem uma inteligência que nos escapa, que lhes permite falar umas com as outras e com as nossas células.

Fui demasiada mística na explicação?

Bem, nos prados e nas florestas, todas as plantas e seres comunicam entre si, nas suas linguagens e códigos que já esquecemos.

Uma parte dessa comunicação é feita por sinais hormonais; outra, é feita através de códigos de cores; outra, ainda, é feita através de códigos vibracionais que controlam todos os outros.

As nossas células não se esqueceram desses códigos; reconhecem os sons dessa comunicação.

É desta forma que os Florais de Anura actuam, um pouco diferentemente da forma como os nossos óleos essenciais actuam no corpo. Há mais subtileza na actuação do floral, mais respeito pelo corpo que o recebe, mais comunicação inteligente.

 

E como ficamos em relação ao primeiro parágrafo deste texto?

Bem, os pontos de equilíbrio da Terra, onde água e terra se fundem, são locais visitados pelos seres humanos, principalmente no Verão.

Estão criadas as condições ideais para se poder resolver situações que estão relacionadas com:

Sabe por que é mais fácil fazer um tratamento de Florais de Anura que tocam estes temas, nestas condições?

É porque o corpo se torna receptivo: ao abrir-se à informação, beneficia da energia deste ponto de equilíbrio!